Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Por que eu me preocupo com alimentação complementar – ou por favor, pare com “eu dei e não morreu”

O futuro está chegando cada vez mais rápido. Nunca tivemos tanta informação em tão pouco tempo. Na alimentação então... trinta anos foram o suficiente para mudanças drásticas em relação a várias orientações (principalmente o que se detém a alimentação complementar) E hoje, mais do que nunca sabemos que a chave mestra para a prevenção de doenças está no nosso hábito e estilo de vida.
Faremos então, um exercício. Observe sua família, e veja se alguma história de doença se repete. Diabetes, hipertensão, doenças crônicas que são sim, parte genéticas. Câncer também. Existe um padrão? As pessoas mais velhas da sua família tomam medicamentos? Existe também um padrão em relação a quando essas doenças apareceram? E na família do seu companheiro(a)? Provavelmente, você descobriu algum padrão de saúde.
A parte “boa” das doenças genéticas é que podemos tentar, ao máximo, prevenir. Ou atrasar sua manifestação. E você já sabe, seu vizinho já sabe, o Globo repórter já sabe – comer bem, ou comer com al…