Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

O bebê, a mãe e a livre demanda

Ainda não consigo descrever muito bem o momento tão esperado do nascimento do filho. Converso incansavelmente com as mães que conheço e ouço vários relatos: me senti emocionada, me senti diferente, me senti deslocada, ouço.
O que eu sei: parece que uma realidade ficou para trás e renascemos, de uma forma ou de outra.


Percebo a maternidade acontecendo para mulheres fortes e de repente, a insegurança aparece. Afinal, é tudo tão novo. Mãe de primeira viagem. Não curto muito essa definição, afinal, somos todas mães de primeira viagem. Cada filho é um filho, e uma viagem diferente. E esse título muitas vezes parece pejorativo, como se uma mãe, por ser inexperiente, não pudesse saber o que seu filho quer, deseja ou necessita.
E nesse super redemoinho de emoções, precisamos estar prontas para a segunda parte da gestação: amamentar. Um momento tão novo, tão emocionante, tão carregado de cobranças internas e externas.
Cada pessoa que visita essa mãe tem um palpite, uma dica infalível. Isso quando …

Variando o cardápio - bolinho de arroz assado

Bom dia pessoal
Manter um cardápio variado em casa é um desafio de criatividade.  E garantir esse cardápio com o mínimo de desperdício é sustentável, econômico e muito bacana!
Bolinhos são boas opções para uma porção de coisas: juntar os ingredientes da geladeira, incentivar aquela criança que não está comendo muito bem (perceberam como as comidas para comer com as mãos encantam os baixinhos?), apresentar um novo ingrediente de uma forma nova. Hoje, vou colocar aqui minha receita (ou minha forma de fazer - receita certinha aqui é difícil, como vocês verão) de bolinho de arroz integral, gostosa, saudável, varia o cardápio do arroz básico do dia-a-dia.
Algumas considerações: se seu filho vai comer bolinho de arroz, libere-o de comer arroz ou outro carboidrato na mesma refeição... servir bolinho de arroz + arroz + farofa é muito carboidrato, tudo junto.  Faça molhinhos coloridos para seu filho "passar o bolinho" (Ketchup caseiro, iogurte com salsa, etc) ou sirva com uma sopinha. Fi…

Quando dizer não é difícil

Todos os dias, recebo e-mails, mensagens e comentários. Vários assuntos. E ultimamente, muitos com o assunto: meu filho está acima do peso. Por diversas vezes, o e-mail termina assim:
“ E ele( a criança) não entende e continua pedindo, implorando que quer guloseimas. Como fazê-lo entender que ele não pode”?
Respondo agora para as mães: o ideal é você dizer convicta, não, algumas vezes. Ele vai continuar pedindo. Mas ele nunca pode? Guloseima tem hora para comer. E você vai explicar isso pra ele. Possivelmente, seu filho não tem capacidade cognitiva para entender e simplesmente, parar de pedir. E você que o guiará nesse caminho.
Mas porque falar não, às vezes, é  tão penoso? Experimente dizer não 30 vezes por dia, e se verá louca para soltar um sim. Não queremos ser chatos. Queremos, como pai, ser amados. Queremos agradar. E falar não toda hora...
Mas claro, está no pacote, é necessário. Para a felicidade dos pequenos, é FUNDAMENTAL. E se entendermos o porquê dessa dificuldade, pelo menos…

Mesa de guloseimas saudáveis - Para festa de aniversário!

Olá pessoal!
Há algum tempo, tive o prazer de atender no consultório uma super nutri gravidinha (nutri também vai na nutricionista viu? Quando as áreas são diferentes...). O Rapha já morava na barriga dela, cresceu e cresce feliz e saudável.  E chegou o aniversário de um ano dele! Ela fez uma coisa tão bacana, que pedi para ela gentilmente dividir a ideia comigo e com vocês. A palavra está com você, Bárbara!
Olá queridas mamães!!!
Quando comecei a pensar no aniversário de um ano do meu pequeno Raphael eu não conseguia imaginar a festa sem "comidinhas “ que ele pudesse comer.
De cara descartei a ideia do Buffet infantil por não poder escolher o cardápio, comecei a pesquisar e lugar nenhum eu poderia escolher a não ser que eu fizesse em algum salão e eu mesma fizesse toda a comida... complicado, primeiro porque eu trabalho e não teria tanto tempo disponível assim, segundo porque salão nenhum cabia o extenso número de convidados do príncipe... (Raphael passou 9 dias nas UTI quando nasceu…