Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2011

Transtorno Alimentar na infância

Olá pessoal!!!

Nesta sexta-feira que passou, dia 28 de outubro, a modelo Carolina Bittencourt liderou uma passeata contra a anorexia intitulada "Marcha das Famintas". Muito legal a iniciativa. No mesmo dia, ouvi pelo rádio sua entrevista na rádio Joven Pan, contando um pouco da sua motivação, citou estudos e falou sobre transtornos alimentares. Citou também uma das meninas internadas no HC com anorexia, com apenas 8 anos. Isso é muito, muito triste!
Transtornos alimentares são assuntos tristes, às vezes obscuros. A falta de informações podem piorar ou "deixar de previnir" alguns casos. Pensando nisso, convidei uma colega nutricionista para escrever um texto aqui pra gente! Fique à vontade Ana Carolina!!
Prevenção conjunta de obesidade e transtornos alimentares na infância e na adolescência: é possível? Nos dias de hoje, a obesidade tem ocupado lugar de destaque na mídia e na ciência. A questão é ainda mais preocupante quando se trata de crianças e adolescentes, por iss…

Mais um pouco sobre iogurte e também leite de vaca!

Olá Pessoal
Sobre o leite de vaca: a Sociedade Brasileira de Pediatria não indica o leite de vaca para menores de um ano. Eu assino embaixo. Nesta idade, caso não seja possível a amamentação, o ideal é uma fórmula infantil específica, indicada pela nutricionista ou pelo pediatra.
Mas o iogurte não é feito de leite de vaca? E iogurte pode? Vamos por partes. Uma das contra indicações do LV (leite de vaca) é porque suas proteínas com grandes moléculas pode promover microferimentos no intestino do seu bebê, promovendo microsangramentos e aí uma anemia (não, as mamães não conseguem perceber o sangramento!). Para atingir tal situação, o consumo estimado é de 500ml de leite. Um lactente facilmente chega a essa marca quando troca o aleitamento ou a fórmula infantil pela mamadeira de LV. Outra contra-indicação é por conta da quantidade de micronutrientes. O LV não contém quantidades de vitaminas C,D,E, Ferro,Zinco suficientes para suprir as necessidades do seu bebê. E também não tem ácidos graxos …

Especial dia das crianças! Brinquedos e comida!

Olá pessoal!
Já comprou o presente do seu filhinho? Continuando a falar sobre brinquedos que ajudam a comer melhor, ensinando e familiarizando a criança com a alimentação saudável, vou fazer a indicação de mais brinquedos que podemos presentear aquela criança querida, ou, para as nutricionistas e profissionais interessados adquirirem para seu espaço de educação nutricional! Os brinquedos não necessitam de pilhas, apenas de uma criança com imaginação e tem preços acessíveis, em comparação aos outros do mercado. Todos são em estilo crec crec (vem com uma espécie de velcro reforçado que gruda e desgruda mediante o "corte" da faquinha de brinquedo) e tem representações frutas e/ou vegetais.





E para comemorar o dia das crianças, tenho uma sugestão para vocês. Lembro-me bem, quando li uma matéria em uma revista qualquer. Era um pai que dizia que fez uma viagem para um resort que era referência na recreação para a criançada - ele tinha 2 filhos pequenos, trabalhava muito e estava afim …

Brinquedo para ajudar a comer melhor!

Bom dia pessoal!
Já ouviram falar do Instituto Alana? Lá eles tem um projeto que eu adoro e acredito muito, que é o Criança e Consumo, que trabalha para despertar a consciência crítica da população a respeito das práticas de consumo e serviços por crianças e adolescentes. Lá eles debatem e apontam os impactos negativos causados pela indústria do marketing direcionado à criança tais como o consumismo, a erotização precoce, a violência na juventude, o materialismo excessivo, entre outros e no meu caso, principalmente, a incidência da obesidade infantil. Vou escrever um pouco aqui sobre a obesidade infantil, que é o meu escopo e a minha especialidade em relação a este assunto. A criança, desde muito cedo, é bombardeada por inúmeros comerciais de TV que mostram ou ensinam o quanto aquele alimento (geralmente pobre nutricionalmente) é gostoso e vai deixar aquela criança feliz.
Ou você, mãe, nunca se deparou com um pedido de algum alimento só porque a TV comentou? E se um personagem que seu filh…