quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Será que isso tudo isso é verdade? Amamentação!

Quem, que tem contato com bebês e crianças não ouviu ou proferiu a frase: "Amamentar é tão difícil". E coloca a mulher num patamar de mártir.
 

Pois convido vocês para refletir sobre isso. Vamos lá?
 
Amamentar, no início, é trabalhoso. Já falamos de posição, pega, dor ao amamentar. No começo, é uma dança, que precisa ser aprendida. Mas a convivência com o bebê também tem que ser aprendida, não é? Ouvir um choro sentido e não saber o que fazer pode doer tanto quanto acertar a pega do bebê no seio.
 
Aí ouve-se: dar uma mamadeira é muito mais fácil. E eu desafio novamente: realmente é?
Mamadeira: Comprar, guardar (hoje os apartamentos estão cada vez menores), esterilizar, comprar o leite adequado, esquentar a água potável, diluir, ver a temperatura, servir.
(De madrugada, morrendo de sono, precisar fazer tudo ou parte disso aí...)
Seio: abrir a blusa, e servir.
 
Vamos ver algumas situações:
 
Se a mãe amamenta, ela acredita que só ela "trabalha" pelo bebê.
A mãe quer ou precisa dividir o trabalho com os pais, avós, babás.
O que é mais gostoso? Alimentar o bebê ou trocar sua fralda? Se quer demandar o trabalho, porque não demandar a troca da fralda? O mais gostoso fica com você.
É madrugada e você não quer fazer todo o trabalho? Demanda o "arroto" do bebê ao papai. Às vezes demora mais do que que amamentar.
 
Acabou o leite do bebê, a lata está vazia:
Alguém em casa vai ter que sair pra comprar. Precisa ir.
Quando a mãe amamenta... ops, esse problema não existe!
 
Amamentar demora muito tempo!
Sabia que existem bebês que depois de bem adaptados, esvaziam uma mama em 5 minutos? E seu o seu for assim? Quanto tempo demora o processo da mamadeira?
 
Viajando com o bebê:
Mamadeira: Uma mala só para a alimentação. Precisa garantir a qualidade da água da mamadeira. E um local para lavá-las.
Amamentando: a mãe alimenta seu filho em qualquer ocasião, com tranquilidade.
 
Bebê doente:
Mamadeira: o bebê está doente, sem apetite. Não quer comer, não quer a mamadeira. Perde um pouco de peso, a mãe se desespera.
Amamentando: o bebê pode estar sem apetite, mas o peito, há, o peito, ele não larga. A mãe fica mais tranquila, a perda de peso é menor.
 
E é isso. Os benefícios da amamentação, vocês já ouviram falar. Vínculo, nutricional, econômico, sustentável. Mas, além dos benefícios, amamentar é mais fácil, cômodo, tranquilo.
O mundo quer nos vender uma ideia que amamentar é dispendioso, que dá tanto trabalho, que você não precisa viver assim. Será que tudo isso é verdade? Reflita. Questione. Empodere-se. Não leve a sério.
 
Beijos e até a próxima!
 
 
 
 
 
 

21 comentários:

  1. Pois é, não dá para se fazer de mártir amamentando não! Pelo menos para mim, sempre foi e continua sendo (meu filho tem 2 anos e 9 meses) e forma mais prática, rápida e fácil! E ainda vem com um montão de benefícios que, penso eu, não precisam mais ser repetidos... aliás, vc podia falar um pouquinho sobre amamentação prolongada... o que vc acha? Adoro o blog, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alethéa!
      Sua sugestão está anotada!
      Mas é claro que eu apoio essa ideia!
      Beijos e obrigada pela visita!

      Excluir
  2. Otimo, em especial a parte q você disse: Abrir a blusa e dar! rs como sempre um ótimo post e viva a amamentação. Agora tenho uma pergunta, após 1 ano como sabemos que a amamentação pode estar atrapalhando ao bebê e a mãe? Por exemplo, quando o bebê fica dependente de peito, mama 4x a noite, ou então pula refeições, vocês acham q é válido, mamar d+ faz mal? Quando o bebê substitui pela alimentação? E após quanto tempo do almoço posso dar peito? Ele atrapalha na absorção do ferro e vitaminas?


    Obrigada e parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Gabi!
      Acho que a mãe pode colocar, com carinho, um ritmo no bebê. Um bebê amamentado geralmente come bem. Mas, se estiver com problemas com a refeição, é, como eu havia colocado,só adequar o ritmo, evitando amamentar logo antes das refeições. O leite materno não atrapalha na absorção das vitaminas e minerais e pode ser servido como sobremesa.
      Beijos e obrigada!














      Excluir
  3. Amamentar é uma dádiva... Já teve dias de eu estar no centro da cidade, começar a chover e eu ficar dentro de alguma loja sem poder ir pra casa logo. Adivinha o que salva a fome do meu filho até a gente chegar em casa? O mamá, é claro. Ta sempre na temperatura certa e é de procedencia garantida.... hohohoho :D

    ResponderExcluir
  4. Particularmente acho não acho que amamentar seja difícil. E olha que passei pelos entraves do início como fissuras que causavam muita dor. Mas quer sensação melhor que dar mamar, aquele momento de vínculo tão mágico com seu pequenino???? Hoje passo por um processo que pra mim tem sido bem mais doloroso do queo início da amamentação, quando era dor física. Meus seus estão secando. Já tentei de tudo, até homeopatia, mas não tenho conseguido produzir mais leite. Minha pequena adora o peito e tenta sugar, mas cansa com a pouca quantidade de leite. E a aceitação da mamadeira foi muito pior que aprender a pega e etc... Meu primeiro filho amamentei até os 11 meses, quando ele mesmo perdeu o interesse pelo peito que já produzia pouco. Mas desta vez minha menina tem só 7 meses e ainda quer o mamazinho... E eu sofro, pois adoro amamentar, sei da importância nutricional e afetiva que tem. Lamento muito pelas mães que podem amamentar e não o fazem...

    ResponderExcluir
  5. Amamentei por 2 anos e tenho muita saudade! No começo o bico rachou, sangrou, doeu muito. Depois, tudo passa e é só alegria. Quando lembro do rostinho de minha filha olhando pra mim, mexendo no meu cabelo, durante a mamada, dá até vontade de chorar. Como era bom. Um momento só nosso. Acho que a amamentação fortalece o vínculo entre mãe e filho. Sem falar que minha filha, hoje com 5 anos, raramente fica doente.

    ResponderExcluir
  6. AAAAAAADOREI o texto, assim como amei amamentar e SIM, para mim, os primeiros 15 dias foram muito dificeis, mas fui persistente pq eu sabia que seria muito bom para eu e minha pequena.

    ResponderExcluir
  7. Enquanto apenas amamentamos é MUITO mais fácil! Depois dos 6 meses cada saída é uma novela! Um monte de coisas pra levar, frutas, babadores, talheres, copos, pratos, papinhas... Enfim, q saudades de quando era só amamentar, rsrsrs! Estou brincando um pouco, pois minha filha mama até agora e ADORO cuidar da alimentação dela, mas acho que é super importante que as novas mamães saibam que amamentar é realmente MUITO prático! É só superar as primeiras dificuldades e começar a curtir!

    ResponderExcluir
  8. Amei seu post... Dar a Luz e amamentar são privilegios da mulher (mãe),os pais que não me escutem mais a conecção da mãe com o filho é unica e maravilhosa, nem a mamadeira mais sofisticada conseguirá proporcionar isto ao seu filho!

    ResponderExcluir
  9. Materiais educativos Amamentação, Parto e Cuidados com Recém Nascido!

    Nossos produtos ajudam de uma forma lúdica a ensinar as mães de forma prática sobre os cuidados com o bebê, o parto e amamentação. São bonecas, barriga, avental e mamas didáticas desenvolvidos para tornar mais fácil e tranquilo a maternidade.

    O sucesso da amamentação depende de apoio e incentivo, porém o fundamental é o ensino correto, mostrando as posições de amamentação e a pega correta.
    Conheça nossos produtos.

    LOJA VIRTUAL: www.flordosul.nuvemshop.com.br
    www.flordosul.com
    flordosul@flordosul.com
    Fone: 051 32794902 32794901 33523156 93112253
    Facebook: Flor do Sul Bonecas
    Twitter: @flordosulbr
    amamentacaobonecasemamas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Muito bom!! A Clara está com 1 ano e 6 meses e voltamos da praia com os três filhotes com virose,e a Clara foi a que se recuperou mais rápido, e olha que a diarreia foi feia!! Mas nem perdeu peso graças ao Mamá dela LM é tudo de bom, nem no médico fui. Dei LM a vontade, e o resto fui dando o que ela aceitava, maçã, banana sem forçar!!!

    ResponderExcluir
  11. adoro amamentar meu filho ele ja tem 2 anos e 5 meses e nem sei quando vai parar ele mama para dormir e de madrugada e no soninho da tarde e as veses quando vou p rua e não levo nda p beber e ele não bebe leite só suco tento tirar o peito dele más da dó tem dia que não dou p dormir ai ele bebe suco e yorgute más pretendo deixar logo pois tem hora que é cansativo.

    ResponderExcluir
  12. que ótima postagem, preciso dizer que amei?! amamentar é muito mais que matar fome... é dar amor em forma líquida!

    ResponderExcluir
  13. Gostei de mais do post, eu amamentei até pouco tempo, hoje ele tem 1a7m.
    Eu achei difícil amamentar no primeiro mês, mas depois que a mãe aprende o jeito do filho é gostoso demais.
    Hoje fico só na saudade daquele tempo só nosso.

    www.viniciusmamaequedisse.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. ola!!!!! parabéns pelo blog!!! um delicia!!!! gostaria de saber se é fácil de encontrar cacau em pó natural.... beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida.... é fácil sim! Supermercados grandes já tem. Conheço as marcas Garoto e Mãe Terra.
      Beijos e volte sempre!

      Excluir
  15. Olá Karine, gostaria que vc também falasse sobre a alimentação da Mamãe, o que ela pode e o que não pode comer, o que, da alimentação da mãe vai pelo leite pro filhoe se pode causar colicas no bebe
    obrigada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida, sugestão anotada! Vou escrever sim!
      Obrigada pela visita!

      Excluir
  16. Sempre quiz amamentar ..... E apesar das opinioes contrárias contínuo amamentando e pretendo continuar por muito tempo ..... Amooo amamentar ...

    ResponderExcluir

Comente! A nutri adora conversar!