Pular para o conteúdo principal

Meu filho não come - visão da criança!





E aí pessoal, vamos validar o que nossas crianças sentem também! Será que a solução é tentar forçar a criança a comer, e lá na frente o pequeno desenvolver obesidade? Ou será que devemos castigá-lo, não o deixar brincar? Aqui no blog tem várias dicas de como ajudar seu filho a comer melhor. Tente em casa. Não precisamos inventar histórias.  Ou busque ajuda especializada! Procure uma nutricionista infantil preparada para ajudá-la a lidar com o problema!
Abaixo as guerras na mesa! E mais tranquilidade pras mães, nós merecemos!

Beijos e bom apetite!

🌟🌟🌟 Quer saber mais sobre Introdução Alimentar Humanizada? 
Confira o curso online que montei especialmente para ajudar quem tem dúvidas e não pode ter uma consulta presencial. Clique para saber os detalhes e como se inscrever!🌟🌟🌟

Comentários

  1. Puxa vida... deu até uma dor por todas as torturas que vemos mães cada vez mais impacientes com seus filhos, achando que tem que falar duro para a criança obedecer, ainda mais com algo que tem toda uma afetividade, o alimento. Que essa postagem abra os olhos de muitas mães e futuras mamães! Deus abençoe! Seu cuidado com a mensagem é muito preciosa, e para um público totalmente necessitado de apoio como o seu. Um beijo, querida!

    ResponderExcluir
  2. Bom dia, Karine.
    Parabéns pelo post!
    Que ele venha ajudar muitas mamães a cairem na real.
    Beijocas!
    =)

    ResponderExcluir
  3. Oi Karine, obrigada pela dica no meu blog!
    Adorei o seu blog, vai me ajudar muito, tento fazer sempre o melhor pra minha filha, e me preocupo muito com a alimentação dela, por isso já estou seguindo o seu blog!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  4. Ola, Karine
    Parabens pelo blog e obrigada por sua ajuda a nós pais perdidos com Pediatras loucos...liberando de tudo para bebes menores de 1 ano...o da minha filha liberou até rabada!!!
    Preciso de uma ajudinha. Minha filha tem 10 meses...só dou fruta entre as refeiçoes e as vezes pao de leite e iogurte natural. Queria saber qual o biscoito que eu posso dar pra variar o seu lanche, já que eu nao faço mingau, pois nao uso leite de vaca.
    Obrigada. beijos!!

    ResponderExcluir
  5. Olá Patrícia!
    Faz bem em não utilizar o leite de vaca! Mas se quiser, pode fazer com o leite de fórmula ou com o leite materno.
    Para dar um biscoitinho, procure um sem aditivos químicos (leia no rótulo na parte de ingredientes).Biscoitos de polvilho ou grissinis são bacanas, alguns não tem aditivos.
    Pode adicionar um cereal integral nas frutinhas, como um pouquinho de aveia, quinua...
    Beijos e obrigada pela visita!

    ResponderExcluir
  6. Olá Karine, que bom que ti encontrei não sei mais o que fazer estou desesperada!!! Meu filho de 1 ano e 8 meses não come comida já faz meses, ele tem alergia a leite de vaca e soja então sempre teve uma alimentação super restrita não pode iogurte, queijo, bolos, biscoitos....só que antes tudo bem ele não entendia agora ele ver o irmão comer danoninho biscoito bolinho tudo que ele não pode e fica pedindo, já experimentou doces na casa da avó e não quer outra coisa, quando chega a hora do almoço é uma luta pois quando ele sente que é comida que estou dando ele cospe e ainda passa a mão na língua pra não ficar com o gosto da comida na boca e aí começa e pedir as porcarias que ele vê em casa e eu não dou e ele fica sem comer na outra refeição ele não come dinovo se não for besteira, ele chega a ficar com a primeira mamadeira que é por volta das 5 da manhã e com a outra na hora de dormir as 8 da noite e durante o dia não come nada por dias...não sei o que fazer me ajude!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cida!
      A primeira coisa a fazer é: em casa, não dá pra segregar, comida diferente pra cada filho é complicado de manter, difícil pras crianças... tente deixar tudo igual. Daí é verificar se seu bebê está bem nutrido (um exame clínico, se possível, exame de sague, dosagem de vitaminas) e aí, tirar as "porcarias" de casa, oferecer os alimentos com carinho, muita, muita paciência, e um alimento novo de cada vez, junto com um alimento que seu bebê gosta.... coloque horáros nas refeições e ofereça comida nos horários das refeições, e entre elas, só água!e a melhor coisa: isso passa. Normlmente a criança passa por essa fase. Mas não dá pra liberar tudo o que a criança quer, só o que você achar adequado. Beijos e boa sorte!

      Excluir

Postar um comentário

Comente! A nutri adora conversar!

Pots mais lidos

Iogurte na alimentação das crianças

Bom dia pessoal!
Vou seguir uma indicação de uma leitora querida, Alethéia, e escrever sobre iogurte na alimentação das nossas crianças.
Eu sou superfã deste alimento! Rico em Cálcio (sempre estimulo consumo de alimentos ricos  neste micronutriente pois nossa população está bem carente....), tem a lactose (açúcar do leite) fermentada e por isso é de fácil digestão, rico em probióticos, as tais bactérias benéficas que equilibram nossa flora intestinal, fortalece o sistema imunológico e facilita o trânsito intestinal, entre outros benefícios.  O iogurte pode ser incluido na alimentação do bebê após o início da alimentação complementar, isso é, com 6 a 7 meses aproximadamente. Com algumas ressalvas e detalhes.
Detalhe número 1: O iogurte para dar para o bebê, necessariamente tem que ser natural e sem açúcar. Os petit suisses vendidos no mercados contém corantes, aromatizantes e conservantes, substâncias estranhas ao nosso organismo (nós nutricionistas chamamos estas substâncias de xenobiótic…

Alimentação para maiores de 1 ano!

Eba! Chegou o tão esperado aniversário de 1 ano do bebê. Depois da correria da festa, voltamos ao dia-a-dia do bebê. Com uma nova dúvida. E a alimentação? Aí, passamos no pediatra, e ele indica: agora mãe, ele deve comer a alimentação família. A mãe comemora (ou não). Não precisa mais fazer papinhas... Aí eu entro: alimentação da família? Tenho medo dessa frase... prefiro dizer que agora a família vai comer a alimentação do bebê com a textura adaptada! Sabe porquê? Como é a alimentação dos adultos em casa? Você, mãe zelosa, vinha fazendo a alimentação perfeitinha, com todos os grupos alimentares e tal...como passou do primeiro ano, só arroz, feijão e carne é suficiente? Calma! Nada contra o arroz e o feijão, pelo contrário. Dupla fantástica, garante um prato quase completo. Lembra desse post? Quase completo por que o legume e/ou a verdurinha precisa acompanhar o prato. Como faziam na época da papinha. Portanto, a alimentação continuará com todos os grupos alimentares... fonte de carboidra…

Intolerância a lactose em bebês? Provavelmente não!

Com certeza você já leu na web a palavra lactose. Dieta sem lactose. Iogurte sem lactose. Mas o que é lactose? Seria bom tirar das crianças também?
Lactose é um dos carboidratos do leite. A grosso modo, um açúcar presente em leites. 
Leite materno, por exemplo, tem muita, muita lactose.
Nosso corpo, para digerir esse açúcar, usa enzimas que estão presentes no nosso organismo. Essas enzimas moram nas vilosidades intestinais. Vou mostrar:



Quando um bebê está tranquilo, vivendo a vida bebelística, a lactose é uma benção pra ele. É sim. Lactose, quando é “quebrada” pela enzima, vira galactose e ajuda constituição de galactopeptídeos integrantes do sistema nervoso central. Ela também ajuda a acumular água livre para reserva de termo-regulação, através da sudorese. Já viu como bebês suam?
A lactose também está associada à acidez das fezes e à formação da microbiota intestinal específica (predominância de lactobacillo e bifidobacteria, probióticos, o must da saúde atualmente), o que pode ser imp…