Pular para o conteúdo principal

Alergia ao leite de vaca - bebês


Hoje vamos falar de um assunto sério, alergia alimentar. Alergia alimentar é o processo clínico resultante de reações imunológicas após a ingestão de proteínas alimentares, em indivíduos sensíveis. Ocorre em cerca de 8% das crianças.

          Uma das principais alergias que acometem crianças é a APLV, que é a alergia a proteína do leite de vaca. Quando o bebê nasce, seu intestino pode estar imaturo para a ingestão dessas proteínas e inicia um processo de inflamação. 

E como desconfiar que meu filho tem APLV? Os principais sintomas são: refluxo, irritabilidade, vermelhidão na pele, às vezes em formas de manchas, intestino constipado ou diarréia, perda de peso, entre outros. Só o pediatra pode diagnosticar a APLV. 

Não há medicamento para a APLV, apenas para tratar algum sintoma no momento da crise. O tratamento é baseado em "dieta de exclusão", retira-se o LV da dieta da criança, e substitui por fórmula infantil extensamente hidrolisada. Após algum tempo, deve-se reintroduzir o alimento para verificar se os sintomas persistem.


E porquê, afinal o leite é um alimento tão importante na vida deste bebê?? Ele contém carboidratos, que garante energia, proteínas, que garantem a formação e estruturação dos músculos, pele, cabelos e vitaminas e minerais que garantem a saúde. É rico em Cálcio, micronutriente responsável pela mineralização dos ossos e dentes, atua na transmissão nervosa cerebral, na contração muscular, participa da coagulação sanguínea e também atua na liberação de alguns hormônios. 

Mas o Cálcio não está só no leite. Alimentos como gergelim, quinua, açai, linhaça, chia, alguns vegetais como espinafre, agrião, couve, coentro, salsinha são ricos em Cálcio e podem ser incorporados a alimentação da criança, conforme sua maturação e desenvolvimento, indicados pelo nutricionista ou pediatra (com muita responsabilidade, pois nãop é facl atingir suas necessiades).

E vale lembrar: o leite materno atinge brilhantemente todas as necessidades do bebê e não tem perigo de alergia!

Beijos

Comentários

  1. o leite materno, para poder ser consumido pela criança com APLV, necessita que a mãe faça uma dieta de exclusão total de derivados de leite de sua dieta tb... Tenho 2 filhos alérgicos, amamento e não consumo derivados do leite por eles, caso contrário, eles apresentam reação alérgica tb!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ótima lembrança Damille!
      Existem crianças amamentadas que têm APLV, com sintomas específicos quando a mãe toma leite e derivados. Aí é só a mãe fazer a dieta de exclusão, lembrando sempre de consumir outras fontes de Cálcio em sua dieta!
      Beijos

      Excluir
    2. Oi Karine meu nome é Nandara, gostaria de tirar umas dúvidas com vc minha filha fez 6 meses hoje e não sei quais os horários que devo dar as papinhas pra ela sendo que ela ainda mamá em mim vc pode me dar alguma dica de horário para ela ?
      Nandarasps@gmail.com

      Excluir
  2. Oi karine tudo bem?? MInha filha de 10 meses tem alergia de leite de vaca(1.60), ovo(clara(2.89) e gema(0.55), soja(0.12), trigo(0.24),nossa tadinha eh muita coisa, mais nos exames deu td moderado. O medico dela passou um leite muuuuito caro, aptamil pepti, althera, posso trocar por leite de cabra ou de bufala??? E q outros tipo de alimentos posso oferecer pra ela, sem ser as frutas que eu dou muito pra ela.
    Esse leite de arroz posso dar pra ela???
    Desde ja muito obrigada!!!
    Poliana (polianamaraujo@hotmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Polliana!!!
      A chance da sua bebê apresentar reações alérgicas ao leite de búfala ou de cabra são grandes. Qual cidade você mora? Em SP existe um programa de entrega de leite especial gratuitamente pelo governo, seu pediatra tem que fazer a solicitação, junto com uma cartinha comentando a alergia da sua pequena. O leite de arroz pode ser ofertado de vez em quando, mas não em substituição aos outros leites - não tem proteína suficiente! Ofereça a sua pequena frutas, legumes, tubérculos, tapioca bem picadinha, leguminosas. Neste link existem receitas para crianças alérgicas:http://www.girassolinstituto.org.br/restrito/receitas-culinarias.pdf. Qualquer coisa que eu puder ajudar, estarei por aqui! Beijos e boa sorte!

      Excluir
    2. Oi karine muito obrigada por me ajudar moro em Uberaba MG, vou dar uma olhadinha nesse site que vc me passou. Até logo, bjsss
      Poliana

      Excluir
  3. Oi Karine vc ainda naum me respondeu???Estou muito assustada e preocupada com ela.
    Obrigada!!!
    Poliana

    ResponderExcluir
  4. Olá querida, a resposta está acima! Se precisar de algo a mais, me escreva por aqui ou por e-mail (nutricionistainfantil@gmail.com).
    Beijos e boa sorte

    ResponderExcluir
  5. leila minha filha tem alergia ao leite o corpo dela eh aspero com alergia e se cossa muito nao sei o que fazer ela toma o apetamil pepti ela ta com 8 meses chora pra fica sentada soh se joga pra traz e tem muita colica me ajude to desesperada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Leila!
      Provavelmente você precisará trocar o leite que sua pequena toma. Converse com o pediatra ou nutricionista para controlar essa reação alérgica através do controle da dieta. Não demore para procurar o especialista, alergia é coisa séria.
      Beijos e boa sorte!

      Excluir
  6. olá...oque me dizem do leite de quinoa, feito em casa, com 4 colheres de quinoa e 1 litro de água, bate no liqui....para uma criança de 1ano e 5 meses? Posso substituir o leite se soja??

    ResponderExcluir
  7. existe algum substituto para o aptamil pepti? agradeço a resposta desde já!

    ResponderExcluir
  8. Olá, eu gostaria de saber se depois de 1 hora após a janta posso dar leite de vaca para o meu filho, ele acaba de janta e. Logo depois já pede leite, ele tem 2 aninho

    ResponderExcluir
  9. Olá, eu gostaria de saber se depois de 1 hora após a janta posso dar leite de vaca para o meu filho, ele acaba de janta e. Logo depois já pede leite, ele tem 2 aninho

    ResponderExcluir
  10. Muy bueno tu blog y estoy siguiendo su cargo por un largo tiempo!

    ResponderExcluir
  11. Olá tudo bem? Meu filho só bb agora leite de soja com isso tudo ficou restrito. O que mais posso dar que não tem leite de vaca. O que colocar no leite pra engrossar além de aveia. Maizena pode

    ResponderExcluir
  12. Olá tudo bem? Meu filho só bb agora leite de soja com isso tudo ficou restrito. O que mais posso dar que não tem leite de vaca. O que colocar no leite pra engrossar além de aveia. Maizena pode

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente! A nutri adora conversar!

Pots mais lidos

Iogurte na alimentação das crianças

Bom dia pessoal!
Vou seguir uma indicação de uma leitora querida, Alethéia, e escrever sobre iogurte na alimentação das nossas crianças.
Eu sou superfã deste alimento! Rico em Cálcio (sempre estimulo consumo de alimentos ricos  neste micronutriente pois nossa população está bem carente....), tem a lactose (açúcar do leite) fermentada e por isso é de fácil digestão, rico em probióticos, as tais bactérias benéficas que equilibram nossa flora intestinal, fortalece o sistema imunológico e facilita o trânsito intestinal, entre outros benefícios.  O iogurte pode ser incluido na alimentação do bebê após o início da alimentação complementar, isso é, com 6 a 7 meses aproximadamente. Com algumas ressalvas e detalhes.
Detalhe número 1: O iogurte para dar para o bebê, necessariamente tem que ser natural e sem açúcar. Os petit suisses vendidos no mercados contém corantes, aromatizantes e conservantes, substâncias estranhas ao nosso organismo (nós nutricionistas chamamos estas substâncias de xenobiótic…

Intolerância a lactose em bebês? Provavelmente não!

Com certeza você já leu na web a palavra lactose. Dieta sem lactose. Iogurte sem lactose. Mas o que é lactose? Seria bom tirar das crianças também?
Lactose é um dos carboidratos do leite. A grosso modo, um açúcar presente em leites. 
Leite materno, por exemplo, tem muita, muita lactose.
Nosso corpo, para digerir esse açúcar, usa enzimas que estão presentes no nosso organismo. Essas enzimas moram nas vilosidades intestinais. Vou mostrar:



Quando um bebê está tranquilo, vivendo a vida bebelística, a lactose é uma benção pra ele. É sim. Lactose, quando é “quebrada” pela enzima, vira galactose e ajuda constituição de galactopeptídeos integrantes do sistema nervoso central. Ela também ajuda a acumular água livre para reserva de termo-regulação, através da sudorese. Já viu como bebês suam?
A lactose também está associada à acidez das fezes e à formação da microbiota intestinal específica (predominância de lactobacillo e bifidobacteria, probióticos, o must da saúde atualmente), o que pode ser imp…

Alimentação para maiores de 1 ano!

Eba! Chegou o tão esperado aniversário de 1 ano do bebê. Depois da correria da festa, voltamos ao dia-a-dia do bebê. Com uma nova dúvida. E a alimentação? Aí, passamos no pediatra, e ele indica: agora mãe, ele deve comer a alimentação família. A mãe comemora (ou não). Não precisa mais fazer papinhas... Aí eu entro: alimentação da família? Tenho medo dessa frase... prefiro dizer que agora a família vai comer a alimentação do bebê com a textura adaptada! Sabe porquê? Como é a alimentação dos adultos em casa? Você, mãe zelosa, vinha fazendo a alimentação perfeitinha, com todos os grupos alimentares e tal...como passou do primeiro ano, só arroz, feijão e carne é suficiente? Calma! Nada contra o arroz e o feijão, pelo contrário. Dupla fantástica, garante um prato quase completo. Lembra desse post? Quase completo por que o legume e/ou a verdurinha precisa acompanhar o prato. Como faziam na época da papinha. Portanto, a alimentação continuará com todos os grupos alimentares... fonte de carboidra…