Pular para o conteúdo principal
Mais uma ajuda para incentivar a comer melhor

          Sempre digo que a alimentação saudável também sai da mesa. Quando temos um filho, somos responsáveis sobre sua educação. E educação alimentar também é educação!
Para ajudar, especialmente as crianças que "não comem", encontrei um livro fofíssimo, que estimula através da palavra, da imagem e do aroma!



           Esse é o "Aromas da quitanda", no livro tem uma descrição bem bacana da uma fruta e na página  ao lado, você levanta um papelzinho e essa fruta aparece. E a surpresa aparece quando você "esfrega" o dedo na imagem, pois dá pra sentir o aroma da fruta! Delicioso!
Meus favoritos ficaram entre o coco e a maçã verde.
Além do "Aromas da quitanda", também tem o "Aromas da cozinha" no mesmo estilo. E lá tem a foto com cheiro de uma cebola, achei muito diferente!

          Os pacientes do meu consultório poderão ver o livro "in loco", pois é claro que o comprei. Fica a dica para as nutricionistas de plantão que trabalham com educação nutricional com crianças!

          E para todas as mães que querem estimular seus filhos a comerem melhor de formas diferentes.

Beijos especiais!

Comentários

  1. Que legal... vou procurar com certeza... mesmo o Dudu não me dando problemas pra comer, achei uma forma bem diferente de conhecer os alimentos... amei como sempre... Beijoscasssss nossas

    ResponderExcluir
  2. Oi Karine, me chamo Danila, meu bêbê tem 9 meses, gostaria de saber se posso na mesma papinha colocar beterraba,cenoura e abóbora,o pediatra falou que o bêbê poderia ficar com a pele amarelada, mas como ele já está com 9 meses, será que tem problema.Bjus...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida, pode dar sim...
      Cenoura e abóbora são ricas em vitamina A, que se consumida em excesso, deixa a pele amarelada. Mas precisa comer muuuuuuito para isso acontecer. Pode dar sem medo, são legumes muito saudáveis!
      Beijos

      Excluir
  3. Ola Karine,
    Gostaria de saber se vc indica alguma nutricionista infantil aqui no Rio. Tenho uma bebe de 8 meses e que nao me da trabalho para comer. Mas estou um pouco perdida, o que posso dar ou nao. O Pediatra dela liberou danoninho, caldo knor, mel karo, leite de vaca, geleia de mocoto, sorvete,biscoito maizena, mucilom...Porem,eu nao sei o que realmente posso dar.
    Tenho feito o seguinte esquema:
    8:00 leite materno
    9:30 suco de fruta +/- 100 ml
    11:30 almoço (arroz ou macarrão, feijão, carne ou frango ou peixe, 3 legumes, 1 verdura)
    sobremesa 1 fruta ou gelatina (marca minha gelatina)
    15:00 papinha de fruta (2 frutas + aveia ou mucilom ou geleia de mocoto ou biscoito maizena)
    16:00 leite materno (as vezes)
    18:00 jantar (o mesmo do almoço)
    sobremesa 1 fruta
    21:00 leite materno
    Agua ela bebe em torno de 100 ml por dia. Refeição em torno de 150 a 200g.
    Não sei se falta algo... tenho medo dela não estar recebendo os nutrientes necessarios. Ela toma suplemento medicamentoso de ferro e calcio. Agradeço se puder me orientar e indicar alguem aqui no Rio. bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rosana!!!
      O guia alimentar para crianças menores de 2 anos veta praticamente tudo que citou, que o pediatra liberou. Mel Karo, geléia de mocotó, sorvete contém muito açúcar. Leite de vaca provoca microsangramentos no intestino do bebê, predispondo-o a uma anemia. Danoninho é indicado para crianças com mais de 4 anos, caldo Knor eu não indico nem pra adultos, por conta do sódio!Provavelmente o pediatra não está atualizado no quesito alimentação. Querida, você está fazendo um grande trabalho.No lanche da tarde, eu só ficaria apenas com a aveia e a quinua em flocos, não daria nem biscoio maizena, nem geleia de mocoto ou mucilom, por conta do açúcar. Dá pra dar geléia sem açúcar e sem adoçante.Pão de leite também é uma boa opção para dar ao bebê e um pouquinho de iogurte natural, sem açúcar.No mais, fique tranquila, sua bebê vai crescer saudável, com uma ótima alimentação!
      (se eu souber de uma nutri bem boa que cuida de bebê aí no RJ, te aviso)
      Beijos!!!

      Excluir
  4. Obrigada pela atenção e pelas dicas. Que pena vc não está no Rio, com certeza seríamos suas pacientes.bjs

    ResponderExcluir
  5. Karine, vc pode me indicar qual o leite que eu posso dar a minha bebe de 8 meses para fazer mingau. Dou leite materno, porem percebo que ele está diminuindo e não está satisfazendo ela. O Pediatra indicou o leite de vaca e ja mandou eu até guardar o peito para o proximo filho (nao concordo). Quero continuar amamentando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Rosana!
      Se não utilizar o seu leite, utilize alguma fórmula infantil de seguimento. Peça para o pediatra alguma indicação de fórmula - leite de vaca, já sabe né, só depois de um ano...
      No mais, amamente sempre que possível, beba muita água, descanse... a produção diminui um pouco quando o bebê começa a comer comidinha, já qu sua demanda diminuí, mas insista....você ainda pode amamentar um tempão!
      Beijo grande!

      Excluir
  6. Olá Karine!!! adorei o seu blog. Era tudo que eu precisava. Estou tão perdida. Tenho uma bebê de 6 meses que iniciou as papinhas agora, mas eu não sei qual a rotina/horários para dar as comidinhas, frutas etc e amamentar. Devo substituir a amamentação por alguma refeição? Atualmente, minha nenê mama a cada 3 horas e nos intervalos eu insiro a comidinha/fruta, mas acho que ela não precisa mamar tanto comendo comidinha!! estou certa? Me ajuda com esta rotina de horários? Muito obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cristina, muito obrigada peo carinho!
      Calma, que tdo se resolve! Comece de manhã ou à tarde, com uma frutinha, e depois da fruta, se seu bebê quiser ser amamentado, pode dar. Depois troque a mamada do almoço pela papinha salgada. Tem indicaçoes de como fazer aqui:http://nutricionistainfantil.blogspot.com.br/2012/02/ta-na-hora-de-papar.html e aqui http://nutricionistainfantil.blogspot.com.br/2011/07/alimentacao-complementar-afinal-como.html Sua bebê irá diminuir as mamadas devagarinho, pode confiar!
      Beijos!

      Excluir
  7. Meu filho está com 1 ano e 2 meses e tenho medo de estar deixando de dar algum alimento e dando outros em excesso. Vc tem algum cardapio semanal pronto que eu possa seguir?
    Obrigada pelas dicas. Adorei o seu blog.

    ResponderExcluir
  8. Karine, é possível congelar escarola para ser usada em alguns pratos sem perder os valores nutricionais? Se sim, melhor congelar crua ou já refogada?Obrigada. Fernanda -ferbrison@gmail.com

    ResponderExcluir
  9. Olá Karine,tenho filho de 8 meses e gostaria que me ajudasse na questão do que posso acrescentar na alimentação.
    Na parte da manhã: leite de peito ou leite de lata,depois suco de fruta,almoço:minha mãe faz uma sopinha com vários legumes e ela bate tudo no liquidificador ou então feijão com legumes,o que eu posso dá a ele no almoço e na janta pois sinto que ele agora tem fome...
    na parte da tarde: leite de lata,mingal de mucilon,suco de fruta,pois não gosta da fruta e a janta,o mesmo que o almoço,leite de peito ou leite de lata.aguardo sua resposta.

    ResponderExcluir
  10. Boa tarde, Karine. Meu filho está com 2 anos e 7 meses e vai começar a levar lanche pra escola. Tem alguma dica de lanchinho saudável?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  11. Olá Katie! Que blog maravilhoso!! Meu filhote ainda não começou às papinhas salgadas, mas começará em breve. Gostaria de saber se podemos congelar a papinha. Se sim, qual a melhor forma e qual a melhor maneira de descongelar. Abraços e parabéns por ser tão preocupada com a alimentação de nossos pequenos!!

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde meu bebé tem 1 ano posso dar a ele geléia de mocotó? Substitui a cenoura por girimum ele deixa a pele amarelada? Pois faço sopa no horário do almoço e no horário das 18:00?

    ResponderExcluir
  13. Boa tarde meu bebé tem 1 ano posso dar a ele geléia de mocotó? Substitui a cenoura por girimum ele deixa a pele amarelada? Pois faço sopa no horário do almoço e no horário das 18:00?

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente! A nutri adora conversar!

Pots mais lidos

Iogurte na alimentação das crianças

Bom dia pessoal!
Vou seguir uma indicação de uma leitora querida, Alethéia, e escrever sobre iogurte na alimentação das nossas crianças.
Eu sou superfã deste alimento! Rico em Cálcio (sempre estimulo consumo de alimentos ricos  neste micronutriente pois nossa população está bem carente....), tem a lactose (açúcar do leite) fermentada e por isso é de fácil digestão, rico em probióticos, as tais bactérias benéficas que equilibram nossa flora intestinal, fortalece o sistema imunológico e facilita o trânsito intestinal, entre outros benefícios.  O iogurte pode ser incluido na alimentação do bebê após o início da alimentação complementar, isso é, com 6 a 7 meses aproximadamente. Com algumas ressalvas e detalhes.
Detalhe número 1: O iogurte para dar para o bebê, necessariamente tem que ser natural e sem açúcar. Os petit suisses vendidos no mercados contém corantes, aromatizantes e conservantes, substâncias estranhas ao nosso organismo (nós nutricionistas chamamos estas substâncias de xenobiótic…

Sem açúcar, com afeto ou porque não dar açúcar ao bebê!

Sempre me perguntam, por quê não dar açúcar ao bebê? Ou então: posso dar açúcar orgânico, mascavo, produto adoçante?


O seguinte: a resposta inicial, todo mundo já sabe. Açúcar branco é caloria vazia, logo, não faz bem pra ninguém, dieteticamente falando. Essa caloria vazia pode ser traduzida em excesso de peso lá na frente - uma das doenças de mais difícil tratamento: a obesidade.
Mas tem um motivo mais profundo aí. Que eu vou explicar agora.
A necessidade de comer açúcar (alimentos doces) é do adulto. O bebê está provando tudo. Ele não sabe, por exemplo, que o suco de maracujá tem que ser adoçado. Sério. Ele vai aprender o que você mostrar a ele. Ele não sabe que a banana pode ficar melhor com açúcar. Ou não. A necessidade é nossa, não do bebê.
Só que, por natureza, o bebê já vem gostando de doce de fábrica. Ofereça açúcar, iogurte adoçado, chocolate, pirulito e geralmente você verá um bebê que vai comer e se lambuzar. A lactose do leite materno é levemente adocicada.
Por isso, não é um dos…

Alimentação para maiores de 1 ano!

Eba! Chegou o tão esperado aniversário de 1 ano do bebê. Depois da correria da festa, voltamos ao dia-a-dia do bebê. Com uma nova dúvida. E a alimentação? Aí, passamos no pediatra, e ele indica: agora mãe, ele deve comer a alimentação família. A mãe comemora (ou não). Não precisa mais fazer papinhas... Aí eu entro: alimentação da família? Tenho medo dessa frase... prefiro dizer que agora a família vai comer a alimentação do bebê com a textura adaptada! Sabe porquê? Como é a alimentação dos adultos em casa? Você, mãe zelosa, vinha fazendo a alimentação perfeitinha, com todos os grupos alimentares e tal...como passou do primeiro ano, só arroz, feijão e carne é suficiente? Calma! Nada contra o arroz e o feijão, pelo contrário. Dupla fantástica, garante um prato quase completo. Lembra desse post? Quase completo por que o legume e/ou a verdurinha precisa acompanhar o prato. Como faziam na época da papinha. Portanto, a alimentação continuará com todos os grupos alimentares... fonte de carboidra…