Pular para o conteúdo principal

Mais sucos de caixinha sem adição de açúcar!

Olá pessoal!

      Hora de início de aulas, vem o aperto em relação as lancheiras. Hoje, falamos novamente dos sucos. A Thaís Ventura, do  blog "As delícias do Dudu" teve uma ótima sacada em relação aos sucos naturais. Fazer uns "gelinhos" concentrados de fruta, para a criança adicionar água na escola. Pra ver como ela faz, dá uma olhada aqui.
 
      Mas, quando o corre corre aperta, e não tem jeito de evitar o suco industrializado, vamos escolher bem. Já postei aqui o porquê de se evitar os Néctares de fruta, aqueles sucos de caixinha com no máximo 20% de fruta, e preferir os sucos integrais, sem adição de açúcar. E quanto menos conservantes e outros "antes", sempre melhor.
E hoje trouxe novas opções:


Green Day, vários sabores, o sabor é agradável. Opções em embalegens para lancheira: maçã, uva branca e roxa, maçã com pera:

EcoCitrus, sabores:  tangerina ou laranja. É orgânico, o que favorece a escolha.O de tangerina, hum....
Cajuína tradicional. Também é orgânica, paladar bem adocicado:
 
Native, suco de laranja. Orgânico. Os outros sabores tem adição de açúcar.
Smootie, Jasmine. Gosto desse para os menores. O tamanho pequeno, menor que os similares favorece o consumo! Sempre de mix de frutas, tem três sabores diferentes.

Mas lembre-se sempre pessoal, não precisa de suco todos os dias na lancheira. Pergunte para o seu filho. Mande água algumas vezes... pura, aromatizada... ou troque por uma fruta aguada... dá conta do recado. Menos lixo no mundo, maior consumo de água...

Beijo grande e até a próxima!

Comentários

  1. Nossa tão bom, pena q é dificil achar. Aqueles cheios de açucar q nao dou pra minja filha nem morta, tem em qualquer esquina. So acho facil aqueles de uva Integral, vou procurar.

    ResponderExcluir
  2. Amadinha,

    Algumas dúvidas:

    Essa papinha de frutas batidas pra misturar com água, pode ficar congelada por qto tempo? Posso fazer pra semana? Ou pra quinzena? Posso, por exemplo, fazer isso com as frutas que o consumo é mais devagar pra evitar perdas? Fiquei imaginando isso com relação ao maracujá, ou com relação a manga... Como leva laranja... não vai amargar? Mil dúvidas de uma mãe amorosa, preocupada e SEM tempo de sobra. rsrs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Dilce!
      Pode deixar no congelador por um mês. Pode sim, com certeza. Com relação a manga ou ao maracujá, é só fazer bem concentrado, a manga seria bom deixar mais cubinhos. Se fizer com a laranja, não vai ser um suco, e sim uma laranjada. O ideal seria fazer um suco integral mesmo, bem gelado, e colocar na garrafa térmica.
      Beijos e boa sorte!

      Excluir
  3. Oi! Boa tarde!
    Como vc não colocou na lista... Gostaria de saber se vc recomenda o suco Ceres e o Do Bem...
    Dou pro meu filhote qdo preciso e queria saber se é ok!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Marie!
      Tenho outra lista aqui no blog, essa é a segunda... E o ceres e o DoBem estão lá!
      Beijos!

      Excluir
  4. Boa tarde

    Realmente esses sucos acima é difícil de encontrar,aqui em Salvador não lembro de ter visto ainda,vou procurar melhor.
    Abraços

    ResponderExcluir
  5. Sucos Greenday estão agora disponíveis no Wal Mart. Sucos Native, Ceres, Fats Fruit e Do Bem tem disponíveis no Pão de Açúcar. Tb podem ser encontrados em casas de produtos naturais e orgânicos.
    Abç

    ResponderExcluir
  6. Bom dia!
    Os sucos "do bem" também podem entrar nesta lista?
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  7. Meu filho leva suco todos os dias para a escola, mas leva água todos os dias também. São coisas separadas e que ele consome como achar melhor. O suco é só para a hora do lanche, e ele toma pouco, no máximo 120 ml, sempre acompanhado de lanchinhos saudáveis que eu mesma preparo. A água fica na mesinha dele, para qualquer hora da sede.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Comente! A nutri adora conversar!

Pots mais lidos

Intolerância a lactose em bebês? Provavelmente não!

Com certeza você já leu na web a palavra lactose. Dieta sem lactose. Iogurte sem lactose. Mas o que é lactose? Seria bom tirar das crianças também?
Lactose é um dos carboidratos do leite. A grosso modo, um açúcar presente em leites. 
Leite materno, por exemplo, tem muita, muita lactose.
Nosso corpo, para digerir esse açúcar, usa enzimas que estão presentes no nosso organismo. Essas enzimas moram nas vilosidades intestinais. Vou mostrar:



Quando um bebê está tranquilo, vivendo a vida bebelística, a lactose é uma benção pra ele. É sim. Lactose, quando é “quebrada” pela enzima, vira galactose e ajuda constituição de galactopeptídeos integrantes do sistema nervoso central. Ela também ajuda a acumular água livre para reserva de termo-regulação, através da sudorese. Já viu como bebês suam?
A lactose também está associada à acidez das fezes e à formação da microbiota intestinal específica (predominância de lactobacillo e bifidobacteria, probióticos, o must da saúde atualmente), o que pode ser imp…

Iogurte na alimentação das crianças

Bom dia pessoal!
Vou seguir uma indicação de uma leitora querida, Alethéia, e escrever sobre iogurte na alimentação das nossas crianças.
Eu sou superfã deste alimento! Rico em Cálcio (sempre estimulo consumo de alimentos ricos  neste micronutriente pois nossa população está bem carente....), tem a lactose (açúcar do leite) fermentada e por isso é de fácil digestão, rico em probióticos, as tais bactérias benéficas que equilibram nossa flora intestinal, fortalece o sistema imunológico e facilita o trânsito intestinal, entre outros benefícios.  O iogurte pode ser incluido na alimentação do bebê após o início da alimentação complementar, isso é, com 6 a 7 meses aproximadamente. Com algumas ressalvas e detalhes.
Detalhe número 1: O iogurte para dar para o bebê, necessariamente tem que ser natural e sem açúcar. Os petit suisses vendidos no mercados contém corantes, aromatizantes e conservantes, substâncias estranhas ao nosso organismo (nós nutricionistas chamamos estas substâncias de xenobiótic…

Alimentação para maiores de 1 ano!

Eba! Chegou o tão esperado aniversário de 1 ano do bebê. Depois da correria da festa, voltamos ao dia-a-dia do bebê. Com uma nova dúvida. E a alimentação? Aí, passamos no pediatra, e ele indica: agora mãe, ele deve comer a alimentação família. A mãe comemora (ou não). Não precisa mais fazer papinhas... Aí eu entro: alimentação da família? Tenho medo dessa frase... prefiro dizer que agora a família vai comer a alimentação do bebê com a textura adaptada! Sabe porquê? Como é a alimentação dos adultos em casa? Você, mãe zelosa, vinha fazendo a alimentação perfeitinha, com todos os grupos alimentares e tal...como passou do primeiro ano, só arroz, feijão e carne é suficiente? Calma! Nada contra o arroz e o feijão, pelo contrário. Dupla fantástica, garante um prato quase completo. Lembra desse post? Quase completo por que o legume e/ou a verdurinha precisa acompanhar o prato. Como faziam na época da papinha. Portanto, a alimentação continuará com todos os grupos alimentares... fonte de carboidra…